Tudo que um gestor de e-commerce precisa saber sobre logística

Atualizado: Jun 25




O e-commerce brasileiro vem crescendo consideravelmente nos últimos anos, ninguém pode negar. Só em 2020, as previsões apontam para um crescimento de 49% nas vendas online comparado com 2019. Inclusive, o comércio eletrônico nacional superou pela primeira vez a marca dos R$ 100 bilhões movimentados. Esse número pode crescer ainda mais quando todos os resultados dos varejistas online forem divulgados, havendo a previsão de batermos os R$ 120 bilhões em vendas.


E apesar de os investimentos em tecnologia serem cada vez maiores, num país com dimensões continentais, como é o caso do Brasil, a logística tende a ser um eterno desafio para quem depende da entrega física, como é o caso dos e-commerces e Clubes de Assinaturas.


A movimentação, armazenamento e transporte de produtos é fundamental para que um e-commerce tenha êxito e seja rentável. Cada vez mais os consumidores aumentam as exigências com relação às condições e prazo de entrega dos produtos adquiridos, onde a logística passa a ser valorizada pelo mercado a partir dos bons serviços prestados.


Se você está montando um negócio online ou já tem uma operação que está começando a crescer, é gestor ou executivo de um e-commerce, precisa se fazer as seguintes perguntas para obter sucesso nas operações logísticas da sua empresa:


Começo com os Correios ou contrato uma transportadora?


Tudo depende do tamanho do seu negócio. Para início de operação o recomendado é começar com os Correios, principalmente por conta do custo obrigatório com a cota mínima de contrato, independentemente de você utilizar ou não o pacote de entregas contratado.


No caso de operações maiores, tendo em vista a complexidade de gerenciar um grande volume de pedidos, começa a fazer mais sentido contratar transportadoras privadas, que geralmente possuem um preço e prazo mais competitivos do que os Correios, e entregam um serviço melhor.


Se tratando de uma operação de médio ou grande porte, é interessante começar a diversificar as transportadoras que você trabalha, dependendo da área de entrega, tipo de mercadoria e modal, todavia este é um processo que se for feito de forma manual pode gerar mais trabalho do que retorno, por isso aconselhamos que você utilize uma plataforma que faça essas cotações em tempo real para cada pedido. Dessa forma é possível garantir o melhor valor de frete para cada situação de pedido específica, no final gerando uma grande economia em custo de frete para a empresa.


Qual o melhor tipo de frete?


O frete mais recomendado para os e-commerces é o chamado frete CIF. Em português a sigla quer dizer “custo, seguro e frete”. Essa modalidade é paga na origem, e o vendedor é o responsável pelos riscos e custos do transporte até a entrega da mercadoria ao destinatário. O consumidor final, em geral, prefere usar o CIF, embora seja mais caro, porque não precisa lidar com manuseio e responsabilidades da operação logística.


O frete CIF é mais popular em negócios business to consumer (B2C) ou com um alto volume de remessas para clientes diferentes – pois atende à complexidade de organizar fretes distintos. Por isso, é o mais utilizado em e-commerces: o cliente final paga pela mercadoria e pelo frete de uma só vez.


Qual o momento de terceirizar a minha logística?


Geralmente negócios mais novos ou menores optam por terceirizar logo de início, pois isso facilita a gestão dos transportes e não requer um investimento inicial alto. Para empresas maiores, a opção de ter uma frota própria começa a ser mais atrativa, pois possibilita ter maior controle de custos, e da operação como um todo, a longo prazo economizando no valor do frete. Não terceirizar exige outros recursos, como espaço físico, pessoas e sistemas para manter tudo em pleno funcionamento. Por isso, terceirizar a logística pode ser estratégico para muitos negócios já consolidados.


Em resumo, não existe momento exato, depende da estratégia do empresário para decidir quando é hora de dar mais atenção para o seu negócio e passar o bastão de uma área importante, mas que, de fato, não é o core do negócio.


Como eu posso evitar devoluções?


Um dos pontos que mais justifica as devoluções é o endereço incorreto do cliente. Por isso, o cadastro do cliente precisa estar sempre atualizado, principalmente com validação de CEP. Cuidando desse item, você já evitará muitas devoluções.


Outro item que, se cuidado, pode minimizar as devoluções, é a integralidade do pedido, tanto na montagem correta, o que envolve embalar exatamente o que foi solicitado pelo cliente (isso parece óbvio, mas erros acontecem – e muito), quanto a conservação do produto em si, durante o transporte, algo que pode ser feito com a embalagem ideal para o produto em questão e com a escolha da transportadora certa.


O que uma empresa de logística precisa oferecer para atender à demanda do meu e-commerce?


Uma empresa de logística é muito mais do que uma transportadora que recolhe alguma mercadoria e providencia a sua entrega junto ao destinatário. Por trás desse processo, que a princípio parece simples, existem setores que integram ações, possibilitando resultados que atendam às expectativas do contratante e especialmente daquele que aguarda o produto.


Portanto, ela precisa oferecer: capacidade, experiência, expertise, profissionalismo, e custos adequados.


Quais serviços devem ser oferecidos pela empresa de logística?


Seu e-commerce precisa estar preparado para o futuro, o que significa ter sempre um plano de contingência nos casos necessários e não previsíveis. Deve-se avaliar junto ao seu fornecedor de logística os serviços oferecidos pela empresa, para que possam vir a ser contratados nos casos de uma sobrecarga de demanda ou de necessidades específicas.


Entre eles estão: coleta de cargas, transporte dedicado, crossdocking, movimentação e armazenagem, gestão de transporte.


Quais diferenciais a empresa de logística precisa apresentar ao mercado?


Como já mencionado, a logística não envolve apenas o transporte de mercadorias de um local para outro. Dentre as perguntas sobre o tema, essa é sem dúvida fundamental para se contar com um fornecedor que ofereça diferenciais que você poderá utilizar em algum momento.


Avalie, portanto, se a empresa a ser contratada oferece: garantia de pontualidade nas coletas e entregas, serviços de armazenamento e movimentação de mercadorias, serviços de crossdocking, tecnologia para gestão e rastreamento de cargas, monitoramento de pedidos, relatórios com indicadores de performance para cada cliente.



Como encontrar uma plataforma de logística que atenda às minhas necessidades?


Ao invés de depender de apenas uma transportadora, o melhor é poder contar com uma plataforma completa de orquestração logística, como a Equilibrium, que conecta a sua empresa com diversos operadores logísticos, fornecendo todas as ferramentas que você precisa para gerenciar a sua logística, da separação do produto até a entrega ao cliente final.


Escolher a plataforma ideal exige algum esforço. Para isso, você deverá considerar os seguintes fatores: experiência no mercado, serviços oferecidos, tecnologia utilizada, área de atuação, histórico junto ao mercado, e clientes atendidos.


Então, se você busca:

  • Ter uma gestão organizada e simples das suas entregas

  • Cotação e contratação automáticas com as transportadoras que você utiliza e outras

  • Ferramentas de SAC para tratar com o cliente e transportadora

  • Rastreio padronizado disponibilizado para o cliente via Whatsapp ou SMS

  • Auditoria dos seus fretes

  • Ferramentas de expedição multi-origem e multi-modal

Se você sente necessidade em algum desses pontos acima, temos uma boa notícia, a Equilibrium pode te auxiliar com tudo isso, te economizando dinheiro e tempo dos seus funcionários. Que tal uma demonstração gratuita da plataforma?


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo