Frete CIF ou FOB: Qual a diferença?



De forma simples, a diferença entre os fretes CIF e FOB está nas responsabilidades de pagamento do frete, riscos de transporte e entrega da mercadoria ao destinatário.


Para conhecer suas diferenças e aprender onde aplicar o frete CIF ou FOB, primeiro precisamos entender o que cada um deles significa e seus impactos na vida do cliente, na sua empresa e no fornecedor.


Frete CIF


Cost, Insurance and Freight, ou em português, Custo, Seguro e Frete, é o que conhecemos mais popularmente como frete CIF. Para esta modalidade o pagamento é realizado na origem pelo remetente, e determina como responsabilidade do remetente:

  • Riscos do transporte, como perdas, avarias e roubos, bem como seus custos

  • Entrega da mercadoria no endereço do cliente

Isso significa que no preço de venda de um produto, estão inclusos:

  • Custo do produto

  • Custo do seguro de carga

  • Custo do transporte

O frete CIF geralmente tem um preço mais caro para o cliente final, porque não precisa se preocupar com os detalhes da entrega, como aqueles citados acima. Todavia mesmo com o preço mais elevado, o consumidor normalmente prefere esta modalidade de frete, uma vez que sua preocupação é somente pagar pela entrega.


Quando contratar um frete CIF?


É recomendável que se contrate um frete CIF quando a venda do produto for para o consumidor final (B2C). O motivo é simples, o cliente final geralmente não possui experiências com transporte de cargas, e muito menos quer se preocupar em contratar transportadoras, lidar com o processo de entrega e todas as burocracias que envolvem a contratação de um frete.


Isso simplifica também o processo de coleta da empresa que está vendendo, pois ela já terá janelas de coletas combinadas com as transportadoras que trabalha e sua expedição será organizada tendo isso em mente, não precisando se preocupar com transportadoras contratadas pelo cliente coletando a mercadoria em sua origem.


Além disso, isentar seu cliente das tarefas de contratação de frete agrega positivamente a experiência de consumo, melhorando sua satisfação e deixando a compra mais simples. A maior parte das empresas de e-commerces ou marketplaces trabalha desta maneira, então optar por ser diferente neste caso poderia resultar em perder seu cliente para a concorrência. Neste caso como a empresa se comprometeu com a entrega da mercadoria ao cliente, é importante sempre disponibilizar o rastreio do pedido ao consumidor, possibilitando uma melhor experiência de entrega e segurança à pessoa que comprou o produto.


Como comentado antes, o pagamento do frete CIF para a transportadora é realizado pelo fornecedor, o que acontece geralmente em vendas por e-commerce é o repasse deste valor ao cliente final como custo de frete, ou então as famosas promoções de frete grátis.


Frete FOB


Livre a Bordo, ou Free on Board é a expressão que da origem a sigla FOB. Esta é uma alternativa mais favorável aos vendedores, uma vez que a sua responsabilidade vai até o momento que o produto é despachado, a partir desta etapa todas as responsabilidades são do comprador, envolvendo custos e riscos do transporte. Ou seja, o frete FOB é organizado pelo destinatário da carga, dessa forma, fica à cargo do destinatário:


  • Responsabilidade pela carga à partir do momento que é embarcada

  • Custos do transporte (frete e seguro da carga), pago no recebimento da entrega

Quando contratar um frete FOB?


O frete FOB é mais utilizado em vendas B2B, onde o destinatário geralmente já tem o contato de transportadoras que utiliza, podendo reduzir o custo da entrega ao assumir a responsabilidade da entrega. Esta modalidade pode ser mais vantajosa para o vendedor, pois assim se isenta das responsabilidades com a entrega, e a mercadoria é considerada como entregue ao embarcar no transporte. O frete FOB também é muito comum, aliás, em casos de mercadorias com alto valor ou mesmo que tenham o frete muito caro.


Ao contratar um frete FOB o destinatário pode ter que arcar com algumas taxas de transporte não previstas anteriormente, por isso nesta modalidade, geralmente o recebedor da mercadoria utiliza as próprias transportadoras, por este motivo a importância de uma boa gestão dos parceiros de transporte, recomendamos que se utilize uma plataforma para fazer esse gerenciamento.


Agora que você aprendeu as diferenças entre os fretes CIF e FOB, que tal continuar seus estudos aprendendo como reduzir seus custos de frete?


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo